Policlínica Fazenda Rio Grande

Novembro Azul: esta luta é para homens de verdade

Home>Notícias>Novembro Azul: esta luta é para homens de verdade
Novembro Azul: esta luta é para homens de verdade
Por: Dev2

Depois do outubro rosa – a campanha contra o câncer de mama, agora é a vez dos homens. Estamos falando do Novembro Azul, e embora tenha mudado o mês e a cor, a luta é contra o mesmo vilão: o câncer, que ataca também a próstata. Infelizmente, outro vilão assombra este mês e chama-se preconceito. Por isso, a Policlínica traz este artigo com informações para desmitificar esse fantasma que persegue os homens e conscientizá-los sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce. Se você é homem com H maiúsculo, esta luta é para você. Confira!

 

Câncer de Próstata: combata esse mal

A cada hora, sete homens recebem o diagnóstico de câncer de próstata no Brasil, segundo o Inca – Instituto Nacional do Câncer. Além disso, outro dado assustador é que essa doença é a causa de morte de 28,6% da população masculina. No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido ao câncer de próstata. Apesar de essas informações serem alarmantes, muitos homens ainda resistem em procurar a ajuda de um profissional, principalmente por dois motivos: preconceito com relação ao exame de toque e também o medo de ser diagnosticado com a doença.

No entanto, ao realizar o diagnóstico precoce as chances de cura são muito maiores e ainda já existem atualmente tratamentos conservadores indicados em casos de doença de baixa agressividade, nos quais não são realizados nenhum procedimento, apenas acompanhamento da evolução da doença com exames periódicos. Então, lembre-se Homem, a prevenção é a melhor solução. Veja a seguir quais os fatores de risco e quais sintomas observar.

 

Sintomas e Fatores de Risco

Infelizmente, na fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Por isso, reforçamos a ideia da prevenção, com consultas ao menos uma vez no ano, para homens a partir dos 50 anos.

Já na fase avançada, os sintomas são:

dor óssea;

– dores ao urinar;

– vontade de urinar com frequência;

– presença de sangue na urina e/ou no sêmen.

Portanto, fique atento a esses sintomas e procure um urologista ou proctologista de sua confiança. Na Policlínica você encontra médicos urologistas prontos para lhe atender. Agende sua consulta conosco através do fone: (41) 3614-2700.

No que se refere aos fatores de risco, os principais são: histórico familiar de câncer de próstata: pai, irmão e tio; raça: homens negros sofrem maior incidência deste tipo de câncer; obesidade. Para os da raça negra ou com parentes de primeiro grau com câncer de próstata devem começar as avaliações de rotina aos 45 anos. Saiba abaixo como se dá a prevenção e o tratamento.

 

Prevenção e tratamento

Não tem como fugir, a única forma de garantir a cura do câncer de próstata é o diagnóstico precoce. Portanto, mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco ou 50 anos sem os fatores devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico). 

Aproximadamente 20% dos diagnósticos são feitos somente pela alteração do toque retal. Além disso, outros exames podem ser realizados em caso de suspeita de câncer de próstata, como as biópsias, que retiram fragmentos da próstata para análise, guiadas pelo ultrassom transretal.

Já o tratamento se dá de forma individualizada, de acordo com cada estágio da doença, e ainda segundo o estado de saúde atual, estadiamento da doença e expectativa de vida.

 

Homem: esta luta é sua!

Homem, agora que você já sabe um pouquinho mais sobre o câncer de próstata, que tal lutar contra o medo e preconceito e agendar a sua consulta com o urologista da Policlínica? Esta luta é sua e basta um toque para salvar a sua vida. Pense nisso!


Voltar
Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas